terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Anjo da água.


"Do Mar Celestial as Àguas correm e fluem para a frente vindas das Fontes inesgotáveis.

Ao deserto seco e infecundo levaram os Irmãos o Anjo da Água: Para que ele produzisse um jardim e um recanto verde, cheio de árvores e de fragrâncias das flores.
Atira-te nos braços envolventes do Anjo da Água: Porque ele arrancará de ti tudo o que é impuro e mau.
Que o meu amor flua para ti, Pai Celestial, como o rio flui para o mar. E que o teu amor flua para mim, Pai Celestial, como a chuva gentil beija a terra. Qual rio que atravessa a floresta é a Lei Sagrada. Todas as criaturas dependem dela, e ela nada nega a nenhum ser.
A Lei é para o mundo dos homens o que um grande rio é para córregos e riachos.
Como rios de água num sítio seco os Irmãos trazem a Lei Sagrada ao mundo dos homens. Assim como na água te afogas. Assim na água mitigas a sede. Assim é a Lei Sagrada uma espada de dois gumes: Pela Lei podes destruir-te, e pela lei podes ver a Deus.
Pai Celestial! Do teu Mar Celestial fluem todas as Àguas que se espalham pelos sete Reinos. Somente este teu Mar Celestial continua trazendo Àguas assim no verão como no inverno e em todas as estações. Esse teu Mar purifica o sêmen nos machos, o ventre nas fêmeas, o leite nos peitos das fêmeas. O Mar Celestial flui, desimpedido, para os trigais de sementes grande, para os pascigos de sementes pequenas, e para todo o Mundo Terrestre.
Um milhar de fontes puras escorre para os pastos a fim de alimentar os Filhos da Luz. Se alguém sacrificar a ti, à Anjo sagrado da Água! A esse darás, a um tempo, esplendor e glória, com a saúde e o vigor do corpo. A ele darás vida longa e duradoura, e , depois dela, o Mar Celestial.
Adoramos todas as águas sagradas que saciam a sede da terra, todas as águas santas feitas pelo Criador, e todas as plantas feitas pelo Criador, todas as quais são sagradas.
Adoramos a Àgua da Vida, e todas as àguas sobre a terra, paradas, correntes, ou de poço, ou as àguas de fonte de fluem, perenes, ou as fotas benditas das chuvas, sacrificamos às boas de e santas águas que a Lei criou. Ruja o mar e todas as àguas, o mundo e os que nele habitam. Batam palmas as inundações, rejubilem-se juntas as colinas.
A voz do Senhor paira sobre as águas: O Deus da Glória estronda. Pai Celestial! E tu, Anjo da Água! Nós te agradecemos e bendizemos o teu nome. Um jorro de amor irrompe dos lugares ocultos sobre a terra: a Irmandade é abençoada para sempre na Santa Água da vida."

* Livro dos Essênios



Bendito seja o nome do Poderoso Deus Terrível Jah Rastafari Criador dos Céu, da Terra e de todos os Anjos Benditos.

0 comentários:

Holding on to Jah

Esconderijo - Ana Cañas