sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

Coletânea Contemporânea Guimarães Rosa



"Todo caminho da gente é resvaloso. 
Mas também, cair não prejudica demais 
A gente levanta, a gente sobe, a gente volta!...
O correr da vida embrulha tudo, a vida é assim: 
Esquenta e esfria, aperta e daí afrouxa, Sossega e depois desinquieta. 
O que ela quer da gente é coragem. 
Ser capaz de ficar alegre e mais alegre no meio da alegria, 
E ainda mais alegre no meio da tristeza..."

- Todo caminho





"Como não ter Deus?! 
Com Deus existindo, tudo dá esperança: sempre um milagre é possí­vel, 
o mundo se resolve. 
Mas, se não tem Deus, há-de a gente perdidos no vai-vem, e a vida é burra. 
É o aberto perigo das grandes e pequenas horas, 
não se podendo facilitar, é todos contra os acasos. 
Tendo Deus, é menos grave se descuidar um pouquinho, 
pois no fim dá certo."

- Como não ter Deus?




"Deus nos dá pessoas e coisas, para aprendermos a alegria... 
Depois, retoma coisas 
e pessoas para ver se já somos capazes da alegria sozinhos... 
Essa... a alegria que ele quer."

- Aprendermos a alegria




"Já não é preciso de rir. 
Os dedos longos do medo largaram minha fronte. 
E as vagas do sofrimento me arrastaram para o 
centro remoinho da grande força, que agora flui, feroz, dentro e fora de mim... 
 Já não tenho medo de escalar os cimos onde o ar limpo e 
fino pesa para fora, e nem de deixar escorrer a força dos meus músculos, 
e deitar-me na lama, o pensamento opiado... 
 Deixo que o inevitável dance, ao meu redor, 
a dança das espadas de todos os momentos. 
E deveria rir, 
se me restasse o riso, das tormentas que pouparam as furnas da minha alma, 
dos desastres que erraram o alvo de meu corpo..."

- Consciência Cósmica

Holding on to Jah

Esconderijo - Ana Cañas