terça-feira, 20 de dezembro de 2016

Blackness.

Resultado de imagem para africa woman sad


"Rejeição veio do ventre, nascida abandonada sem necessidade,
Do carinho que não tive, fui abandonada na realidade,
Desse sentimento venho sofrendo e vivendo,
Resgatando nas forças passadas a cura para continuar sobrevivendo,
Carrego em mim essa marca, junto com a solidão abandonada,
Da vontade do carinho que não foi dada,
Marca passada que hoje se restaura,
Se não tomar cuidado, escrava se torna,
Na adolescência fui descobrindo o significado do sentimento da solidão,
Do preconceito de estar só, vivi mera ilusão,
Cresci, e segui curando, aprendi que nessa vida se aprende amando,
Se doando sem receber, se doando sem esperar receber,
Se doando e crescendo, alimentando no coração o aleitamento que não tive,
Porque com horas sumi dos braços dela, 
dele só carrego saudade,
Na puberdade rebeldia e vivacidade, de se entregar esperando caridade,
Caridade esta que só estava e está dentro de mim
Que nenhum ser humano pode me dar, tá bem dentro de mim,
Aprendendo a ser negra, negra não,
PRETA,
Me redescobri, na raiz africana, renasci e hoje cresci,
Nas transformações da vida, eu revivo a cada dia,
Cheia da vida, só posso agradecer pelo dom sagrado dos dias,
Dias sem fim, dias com fé, dias com dor, dias com axé,
Dias seguindo a vida tranquila, vivida as vezes sofrida, as vezes vivida com alegria,
Peço força as Mães, peço força,
Peço força terra, peço força...

Holding on to Jah

Esconderijo - Ana Cañas