domingo, 9 de janeiro de 2011

Descritiva.


Imensurável como o mar e seus segredos,

A sua alma guardou para todos aqueles que ama,
Sua fúria é publicada para aqueles que o provocam,
Seus segredos mais íntimos revelados,
Sutileza no balançar,
Clareza com o sol da manhã,
Frieza com o cair da tarde,
Serenidade ao fim da noite,
Ensurdecedor quando quer falar,
Silencioso, cala todas as bocas quando quer meditar,
Tão azul, verde, verde-claro, verde-escuro, azul-claro, azul-escuro,
Colorido para quem tem olhos para enxergar,
Imensurável infinito profundo seus segredos,
É o Mar,
Aquele que flui dentro de mim,
De onde eu vim,
Eu nasci, batizei-me e vivi nele...

Holding on to Jah

Esconderijo - Ana Cañas