segunda-feira, 25 de março de 2019

Eu resisto e sobrevivo.

Resultado de imagem para african woman

"Eu resisti durante mais de 400 anos de escravidão,

Eu resisti a opressão de senhores, senhoras,
Jovens e crianças,

Eu resisti a estupro, amores forçados, controlados,
filmados e observados a todo santo dia,

Eu resisti a nascer novamente,
Em um corpo diferente,
Em uma peculiar família,
De berço rico, a maestria,
Que  não me mostraram o conhecimento,
Não me levaram ao auto-desenvolvimento,

Eu resisti ao racismo na escola, desde pequena,
Onde vivia solitária, porém, cheia de veemência,

Eu resisti a adolescência com mais solidão
e sentimento de não suficiência para eu mesma,

Eu resisti aos amores onde não fora respondida,

Eu resisto a mais uma vez a solidão, cada vez mais sofrida,

Eu resisto e sobrevivo a luta para inspiração diária,
A me curar com as minhas próprias mágoas,
A sobreviver nessa selva de concreto, com enredos muito perplexos,

Eu resisto e sobrevivo a toda a opressão que ainda faz com que existo,
Me certifico, me curo, me refaço e me guardo,
Me protejo com meus guardiões ancestrais e me resguardo,

Eu resisto e sobrevivo a esta selva que a cada dia faz com que eu queira desistir,
Jogar meus dons fora, para outros usufruir,

Eu resisto e sobrevivo a esta selva que faz com que nos separamos,
Nos segregamos e guerreamos contra a nós mesmos,
Que deposita energias ancestrais de outras lacunas,
Para que me preencham de medo, insegurança e loucura,

Eu resisto e sobrevivo a amores que vem e vão,
Nos fazem sentir em maior solidão,
Que nos rebaixam, nos dão raiva, mas com a paciência das sagrada das águas,
Me fortaleço e me refaço, me reintegro e me faço do meu Eu uma nova morada,

Eu resisto, sobrevivo, me fortaleço, vivo e renasço,
Viro terra e lua, onde penetro por horizontes de escuridão e subo até o mais Alto Monte, Sião,

Eu resisto, sobrevivo e glorifico a tudo que vivi para hoje ser o que sou,
Gratidão.



Holding on to Jah

Esconderijo - Ana Cañas