quinta-feira, 26 de março de 2015

Valor?

Qual seria?

Onde estaria?
Depois de tantos anos?
Viver a tal ironia?
Não sei?
Triste estou?
Procurando por fora o verdadeiro valor?
Para que e por quê?
O silêncio reinou?
Desconfio da solidão que aqui estou?
Qual o verdadeiro? Valor?
Entre a humanidade dos que restou?
Por fim não sei, não vi, considerei?
A ilusão sacudir o eu interior?
Cabeça gira junto ao sol?
Coração ao partir do entardecer?
Tristeza ensurdece minha alma?
Garganta cheia de nós e nem sequer percebeu?
A lição que é para aprender aqui sou Eu.
Não quero me entristecer, reviver e renascer,
Eu vou é dar a volta por cima e recomeçar,
Recuperar o ar, respirar,
Harmonizar, me amar, buscar o que é de melhor em mim,
Me abençoar, me aventurar e me valorizar.
Guerreira serei, guerreira fui e ganhei,
Sou uma Rainha e sempre serei,
Meu valor, sim, eu encontrarei!!







sábado, 14 de março de 2015

A lua minguante.

A lua em sua mais linda passagem,

Na minha humilde opinião,
A passagem da lua minguante vejo a cura e harmonização,
A cura da luz a escuridão, a cura desde o tempo da escravidão,
A cura que vem dos nossos ancestrais, a cura sempre espiritual,
A harmonia é o resultado da cura verdadeira,
O silêncio para a alma derradeira, 
Acredita e não desista, por mais que a cobrança insista,
Existe o tempo certo abaixo do céu, o tempo de Rei e o tempo de réu,
Deus com sua luz clareia nossas noites, o ar fica pacífico, a luz da lua trás o devido silêncio,
Para as mulheres de raiz buscarem seu real endereço,
Encontrar-se em meio ao luar, valorizar-se, amar,
Ciclo fiel de conhecimento, discernimento e entendimento.
Todas as passagens da lua elevam e mostram seu destino!

Holding on to Jah

Esconderijo - Ana Cañas