terça-feira, 13 de julho de 2010

Damos graças pelo retorno.


Bendito Amor, meu Senhor, minha Senhora,


Venho humildemente pedir desculpas pelo sumiço, por deixar de postar, textos que são tão importantes para eu, para eu meditação, para desabafos, e acredito também que seja importante que meus irmãos e irmãs o leiam, pois é a única maneira de estarmos em comunhão pelo espírito.
Mas vou tentar ser mais cuidadosa e voltar novamente a postar...

Mas quero deixar para meus queridos e queridas uma escrita, sobre meu final de semana e o que Jah obteve com meu eu;

"Tive a oportunidade maravilhosa de amadurecer,
Recomeçar, reviver,
Sentada observando o infinito do mar, do céu e sua luminosidade,
Pode buscar entender o valor da meia idade,
Pude compreender todos os momentos que vivemos,
E buscar agradecer com um humilde suspiro 'obrigada, Senhor',
Pude compreender que o tempo vem no momento certo,
O tempo é do Senhor nosso Pai, Ele é o dono do tempo e de todas as estações do ano,
Damos graças pelas folhagens caídas, damos graças pelo mar que vem na sua fúria,
Damos graças pelo lugar que a montanha habita, que se enquadra perfeitamente
com o olhar e o sentimento,
Damos graças pelo dom maior que o Senhor nos proporcionou, que é o dom da vida,
De compreender, de reviver, de renovar, de amadurecer,
Como Jah diz, há tempo para tudo embaixo do céu, inclusive para o renovo,
Então, vivi este renovo tão intenso dentro do meu eu,
Que somente posso saudá-lo com um OBRIGADA.
Sem mais, apenas obrigada."

0 comentários:

Holding on to Jah

Esconderijo - Ana Cañas