quinta-feira, 21 de novembro de 2019

O Eu do Eu e Eu.

Resultado de imagem para orishas yoruba fon

Este Eu se supri por si só.
Este Eu se consola por si só.
Este mesmo Eu existe para primeiro se amar e se louvar,
Para que depois possa encontrar o próximo, Eu e Jah.

O encontro com si próprio muitas vezes esquecido,
Trazido na escuridão por muitas vezes falido,
Enquanto a escuridão pode te trazer um determinado inspirar,
Se conhecer para que se possa libertar,

Penetrar no profundo e sagrado espírito,
para conhecer o que tanto te causa sofrimento,
Eliminar no âmago do teu ser
o que pode ser prejudicial ao teu desenvolvimento,
Se auto conhecendo e
fazendo do teu corpo o próprio acalento,
Para que seu toque seja o próprio, elevar,
Com tuas próprias mãos
e elementos naturais, o teu sagrado curar.

Este Eu diariamente renasce,
Este Eu diariamente cresce,
Este Eu diariamente floresce,
Se conhece, se abre e se restabelece,
Nesta roda sagrada da vida,
Fazendo do teu próprio corpo
uma sagrada doutrina,
De fortalecimento, suprindo sempre seus momentos sagrados
De desenvolvimento.



Holding on to Jah

Esconderijo - Ana Cañas