segunda-feira, 18 de setembro de 2017

Justiça Racista.

"Século 7 o racismo se inicia,
Sem perdão de setenta vezes sete, que ironia!
Trazidos, vendidos e tratados mal,
A história da Pátria Mãe Gentil
Justiça? Começa muito mal.

Desde que nossos ancestrais puseram os pés aqui,
Torturas, injúrias, morte, calúnias,
A gente viu, vê e ainda presencia por aqui,

Acabou-se a Lei Áurea,
Mas nas ruas, escolas, empresas,
é perpetuada diariamente mesmo que aérea,

O pobre, preto, periférico é quem sobre,
sem quaisquer privilégio,
O extermínio da juventude negra mata mais que o próprio tráfico,
Querem limpar suas mãos de sangue para que não sofram
maus-tratos,

para amenizar o Parlamento tem que ter cotas para pretos,
Porém, o Estado nunca ajudou,
Libertou os negros do jugo dos senhores de engenho,
Mas como uma sociedade que não se vê como preta vai garantir esses direitos aos pretos?

na internet, chove de papo intolerante,
mostra o preconceito de forma redundante,
Todos sofreram e sofrem de forme gritante,
mirando seus discursos vazios carregados de ódio, vibrantes

Justiça? no Brasil racismo não é considerado crime,
a lei 7.716/89 trata de descriminações, oprime,

Sabe quantas pessoas foram condenadas?
Além de defasado há mais de dois anos é considerado "outros",
A ausência do racismo só reforça a teoria de quem sofre dia-a-dia
A pessoa age de forme racista e paga como injúria racial, paga uma fiança e sua vida continua,
quando muito fica um ano presa,

mas como fica a vítima que sofreu sem qualquer realeza?

Justiça? Racismo é institucionalizado,
Documentos mostram o cárcere dividido por raça, velado

nada menos que 61% de ambos os sexos atrás das grades é preto,
O que era 4P aqui é 3: preto, pobre, periférico,
e a condição para bons advogados, nada,
Alerta a Defensoria Pública,
chega de maus tratos!

E a propaganda do Paraná? Resolve revelar.
O pecado é preto, por isso, embranqueça-te,
pela moda, pela mídia, bem de forma perversa, quanta ironia,
Para o padrão de beleza, quanta ironia!

Sentimento falado aqui é depressão,
negação e ódio por si mesmo,
Amplificando ainda mais o sofrimento.

Até a pureza da justiça infantil se torna malvadamente, hostil
Psicólogos afirmam, a tomada de consciência do oprimido é difícil,

Reconhecer-se racista e deixar de ser, quem vai querer?

Esta é minha luta ou não vamos conseguir quebrar esse ciclo,
que se perpetua!
Justiça? a Minha é nua e crua!!

segunda-feira, 21 de agosto de 2017

Jogo de interesses.

Resultado de imagem para african look

"Deste jogo eu tô fora,
De seres humanos que só olham por fora

Jogo de ilusão,que o que só importa é aparição
Aparição da carne vermelha com o pecado
Pecado do mau trato
Pecado, pecado, pecado,

Onde a noite trás a traição,
A sútil noite trás a doce ilusão,
O brilho oculto para poucos aparece
A sua falsa luz enlouquece
O seu falso falar ensurdece

Brilho falso que leva a escuridão,
no poço final que se chega a solidão,
Solidão que se chega pelas práticas erradas,

Jogo de interesse não sobra um, 
nesse mundo cheio de zum-zum-zum

Examine seu caminhar, para que sua luz esteja sempre a brilhar,
Brilhar pelo seu amor próprio,
que esteja brilhar pela verdade
Sem parcialidade na fidelidade consigo mesmo, de verdade
e no sossego,

Sossego de ser você mesmo em sua paz interior,
no teu aconchego."

sábado, 29 de julho de 2017

Valor.

Seguimos poetizando sobre o real valor,
Você já parou pra refletir sobre isso hoje?

Resultado de imagem para african tribe

"Qual o seu real valor
neste mundo de desamor
Tratando-se de gratidão
Você  já agradeceu pelo seu real perdão?
Auto perdão é necessário
num mundo imaginário
Extraordinário é a frieza da humanidade,
Mas eu sigo nesta contrariedade, 
ensinando e re-educando diariamente o perdão,
Ensinando o valor da auto-valorização,
Cuidar de si é necessário
Cuidar do eu, que não seja precário
Se olhar e se amar diretamente
Para que sua luz seja resplandescente
Trata-se de se amar, se celebrar e se glorificar,
Chega de implorar perdão,
Chega de querer atenção,
A solidão é um grande aprendizado, tome para si esse recado,
De alguém que um dia não pode-se crer em si,
Sobreviveu desta ilusão do não querer, sim..."

terça-feira, 11 de julho de 2017

Das de refletir...

Resultado de imagem para black ancient woman

"Quem em excesso de amor doar,
Eu creio que vencerá,
Quem na pureza viver;
Em Sião irá crescer,
Em toda a criancice,
Meiguice, eu purifico todo o meu ser;
Limpando, curando
Transformando eu agora, irei viver;
nas teclas mais delicadas do piano,
Irei mexer, ao som dos meus cabelos,
Irei embora,
na felicidade do humilde, irei embora,
Irei ser livre como um pássaro
Do céu, e livre,
nestas humildes palavras eu deixo a quem ler,
Que sinta toda a leveza, e pureza dessa mera realeza,
Trocadilhos simples e mansos ao som de águas e incensos,

'seja livre para o simples...'"

quarta-feira, 5 de julho de 2017

Apreço.


Resultado de imagem para african woman

Cuido do sentimento zelo
Apego ao sagrado
Do sentimento de bom grado
Bom grado é cuidado
Cuidado com o jardim já regado
Regado florido e colorido
Tranquilizo harmonizo
E silencio porque do silêncio 
Se vê luz e proteção
Do silêncio se vê gratidão
Gratidão do sentimento zelo
Senti-lo e se preencher
por dentro
Apreço faço de ti consagrado
Sagrado e tão bem guardado
Faço um laço apertado
Para não ser soltado
Sentimento bom e de bom grado.

segunda-feira, 15 de maio de 2017

Com-ciência ou consciência?

Resultado de imagem para african woman


Com-ciência do que se faz,
não necessita de pesar a consciência
A boa conduta do perdão,
Se faz um bom coração,
Coração do bem, coração que vai além
Além da harmonia, sobe ao Alto trono da Sabedoria,
Sabedoria do bom humor,
Sabedoria de Ingenuidade
Sem maldade
Assim que se guarda a consciência 
Se levando para o seu bom destino
Guardando teus caminhos,

Consciência do que se faz, se pensa, se vive,
Do pesar do coração amargo,
sem fruto se é origem,

Guarda teu coração dos maus ensinamentos,
Lembre-se do acalento dos teus mandamentos,
Para que com-ciência se haja,
E a mente não se propaga, 
se propaga do mundo de ilusão, sem coração,
que se faz ação sem pensar no poder da solidão, pois da solidão não se vive,
só de quem sem ciência se vive.

Consciência no teu caminhar para que a salvação se chegue já.
Honre teus caminhos para que não se pereça sem ciência.



quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

Um dia preto na escravidão.

Resultado de imagem para slavery


"Quando fecho meus olhos,
Relembro do quão foi forte o que meus ancestrais sofreram,
Sinto em mim, o sangue derramado, sinto em mim os gritos,
Sussurros nas senzalas silenciosas, sinto em mim a dor de parir um filho que não era pra ser seu,
Sinto em mim, o cansaço do trabalho sob o sol dourado, seguido de gritos, chingos, cuspes, maus tratos,
Sinto meus avós sendo amordaçados,
A voz que não foi dita, a voz que não foi ouvida,
Sinto dentro de mim, como carrego essas dores,
Esse choro constante sem saber porquê,
Sinto por meus homens que guerrearam por guerras que não eram suas,
Sinto em mim o abandono de suas famílias por morrer por outros,
Sinto a dor daqueles que perderam suas tribos em busca de trilharem, cruzarem e se espalharem pelos oceanos do mundo,
Plantando, re-platando com suas inteligências em outros caminhos, o novo mundo,
Sinto em mim, essa dor, carrego essa dor, choro sem saber por quê,
Porque sei, sei que foram eles, que me trazem aqui, que fazem que minhas palavras ecoem como versos curativos pelo hoje,
Pelo silêncio, pelo sangue, pelo suor, pelo olhar,
Pela cor, por amor, por amor sim,
Porque, se foi, simplesmente, se foi só mais um dia,
Sim, mais um dia, de escravidão, na ancestralidade, neste momento aqui, neste exato momento, pros nossos ancestrais..."


Holding on to Jah

Esconderijo - Ana Cañas